Início > Notícias > Nordeste

Nordeste

Nordeste – signos e identidades Uma singularidade da Coleção Paula e Silvio Frota é o acervo de imagens sobre o Nordeste do Brasil, um capítulo importante da história da fotografia no país, narrado por autores da região. Constitui um amplo repertório de referências, que mostra o papel fundante da fotografia no desenvolvimento de uma visualidade […]

Nordeste – signos e identidades

Uma singularidade da Coleção Paula e Silvio Frota é o acervo de imagens sobre o Nordeste do Brasil, um capítulo importante da história da fotografia no país, narrado por autores da região. Constitui um amplo repertório de referências, que mostra o papel fundante da fotografia no desenvolvimento de uma visualidade local moderna e de uma identidade cultural inscrita no imaginário nacional, sobretudo a partir da segunda metade dos anos 1940.

O Nordeste visto pelas figuras seminais de Chico Albuquerque, José Medeiros, Pierre Verger dá origem à construção de uma imagem da região, cria um signo da identidade brasileira amplamente difundido pela imprensa da época, e marca o surgimento de uma linguagem fotográfica que vai reverberar na estética do Cinema Novo, com desdobramentos importantes na visualidade contemporânea brasileira.

Desta tradição de modernidade, a exposição apresenta trabalhos de sucessivas gerações de fotógrafos, com imagens históricas e contemporâneas da paisagem do mar ao sertão, retratos das gentes que aqui vivem e trabalham, festas e celebrações. São esses profissionais que têm dado continuidade ao imaginário histórico, assegurando uma produção qualificada e original de fotografia, sua pertinência social e cultural.

E neste segmento, Chico Albuquerque (Fortaleza, 1917-2000) tem lugar de destaque com imagens de seus trabalhos e como fotógrafo de cena para Orson Welles, no filme É tudo verdade (It’s all true), em 1942.

Instagram

@museudafotografiafortaleza
Something is wrong.
Instagram token error.