Início > Conselho

CONSELHO

Todo Museu deve possuir um Conselho Curador. Este Conselho expressa a vontade dos instituidores e garante que as finalidades sociais do equipamento sejam cumpridas. O Conselho Curador age de forma fiscalizatória e deliberativa. No Museu da Fotografia Fortaleza, este grupo é composto pelos membros da família Frota: o casal Paula e Silvio, e os filhos Thomaz, Rodrigo e Vitor.

Além do Conselho Curador o Museu da Fotografia Fortaleza também conta com o Conselho Artístico que atualmente, é composto pelos seguintes membros: Ângela Berlinde, curadora, artista e investigadora; Celso Oliveira, fotógrafo; Fernando Costa, publicitário; Patricia Velozo, administradora; Rodrigo Frota, fotógrafo; Silvio Frota, empresário; Silas de Paula, fotógrafo e Tiago Santana, fotógrafo; Confira abaixo um pouco mais sobre cada um deles.

  • Ângela Berlinde


    Integrante do Conselho de Curadores do Museu da Fotografia de Fortaleza, Brasil, a portuguesa Ângela Berlinde possui um extenso e completo currículo. Além de curadora, Ângela é artista e investigadora com doutorado em Comunicação Visual e Expressão Plástica. É mestre em Multimédia e Novas Tecnologias, com especialização em Fotografia Digital, sendo Pós-Graduada em Direção Artística e licenciada em Direito.

    Além disso, é professora adjunta na Escola Superior de Media Artes e Design do Instituto Politécnico do Porto e atua no domínio de investigação sobre as formas híbridas da fotografia, também participa de vários festivais de fotografia ao redor do mundo. Ângela já publicou obras de Fotografia e Texto sobre a Índia portuguesa e sobre os Retratos Pintados dos Índios Brasileiros.

    O seu mais recente trabalho designa-se “Nhynã Aba” em tupi guarani, linguagem indígena, “coração de índio“, um projeto documental sobre os mitos e histórias ancestrais dos povos indígenas do Brasil e da forma como estas nações se relacionam com a sua imagem e se auto-representam. A sua obra tem sido inserida em várias exposições individuais e colectivas.

    CURRÍCULO COMPLETO
  • Celso Oliveira


    Fotografo, começou a atuar em 1975. Carioca radicado em Fortaleza, trabalhou em importantes veículos da imprensa nacional como as revistas Veja e Visão, além dos Jornais O Globo, Meio Dia, O Povo e Diário do Nordeste. Foi laborista e fotografo da Agencia Central de Fotojornalista (primeira agência de fotografia de São Paulo). Trabalhou para agências de publicidade como Ítalo Bianch, MPM, Mark Propaganda, CBC&A, Slogan Criação Ilimitada e For4. Em 1994 fundou a editora Foto-Arquivo Tempo D’Imagem, responsável por grandes publicações na área de fotografia, al- gumas de sua própria autoria: Marde de Luz, A Corte Vai Passar, O Olhar de Cada Um, Brasil Bom de Bola, Visões do Imaginário e Quem Somos Nós, além dos livros editados pela Tempo D’Imagem. As fotos de Celso Oliveira ilustram paginas de ou- tras publicações no Brasil e no exterior: Novas Travessias, Contemporary Brasilian Photografhy, de Maria Luisa Melo Carvalho (1996), CD Tempo de cidades, Nova York, EUA (1996), Verdes Lentes, de Zé do Boni, São Paulo, Brasil (1996), Ceará Terra da Luz (1996) e Brasil sem Fronteiras. Nos mais de trinta anos de profissão, Celso Oliveira Participou de diversas exposições individuais e coletivas, ganhando reconhecimento nacional e internacional com um trabalho que revela além da paixão pela fotografia o olhar sensível sobre o cotidiano e a cultura do Brasil.

    CURRÍCULO COMPLETO
  • Fernando Costa


    Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (UFC), o cearense Fernando Costa iniciou sua carreira profissional na propaganda em 1982, na Scala Publicidade. Durante os anos de 1980 a 1990, foi redator e diretor de criação das mais importantes agências do Ceará e da MPM Nordeste. Foi um dos fundadores da Criação Ilimitada, uma das primeiras agências do Ceará a ter como empresário um profissional de criação. Em 2001, ao lado de Chico Gualbernei, fundou a Verve Comunicação que, em apenas cinco anos de existência, conquistou as mais importantes premiações do setor, mostrando a vocação criativa da agência. Experiência em planejamento estratégico, pesquisa de mercado, branding e comunicação corporativa, o qualificam a assumir a diretoria de planejamento, estratégia e inovação da Verve Comunicação.É ele que estabelece, por meio de análises e estudos, pesquisas sobre o mercado e as tendências, qual o caminho que a comunicação organizacional irá percorrer. É também o responsável pelo planejamento e estratégia dos planos de comunicação desenvolvidos para os clientes da Verve Comunicação. Na área do Marketing Político, fez parte da equipe que elegeu Maria Luíza, a primeira prefeita de Capital eleita pelo voto direto no Brasil. Participou também das campanhas para Governador do Ceará de Cid Gomes, Ciro Gomes, Tasso Jereissati e do Governador do Piauí, Wall Ferraz. No Pará, coordenou a campanha de José Priante. Participou ainda das campanhas de Patrícia Sabóia, Socorro França, Assis Machado e Luizianne Lins para a Prefeitura de Fortaleza.

    CURRÍCULO COMPLETO
  • Patricia Veloso


    Mestra em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (Unifor), defendeu dissertação com o tema Gestão Cultural, em julho de 2002. É também mestra pelo Programa de Pós Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará, com pesquisa sobre Fotografia Moderna e Contemporânea, setembro de 2013. Atua no segmento da Fotografia, desde 1985, como produtora cultural, curadora e editora. Fundou e administra as empresas Terra da Luz Editorial e Imagem Brasil Galeria e banco de imagens.

    É sócia fundadora da Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil (RPCFB), membro do Fórum do Livro, Leitura e Literatura do Ceará e da Câmara Cearense do Livro (CCL). É presidente do Instituto Viva Brasil de Cidadania e Cultura, organização sem fins lucrativos que desenvolve ações de cunho cultural e social. É associada do Instituto Visão Futuro Ceará, tendo coordenado pelo IVF- Ceará o programa Felicidade Interna Bruta, sendo o primeiro implantado no Nordeste.

    A atuação da Terra da Luz Editorial está direcionada a projetos que valorizam a linguagem visual, por meio da fotografia, tendo como foco a difusão de trabalhos de artistas desse segmento, como também obras que tratam da divulgação do patrimônio histórico, cultural, artístico e natural brasileiro.

    © Gentil Barreira/Local Foto

    CURRÍCULO COMPLETO
  • Rodrigo Frota


    Rodrigo Frota (1984) ganhou sua primeira câmera reflex de seu pai aos 15 anos de idade. Começou seus estudos na fotografia quando foi morar na Suíça. Estudou técnicas artísticas e história da arte se especializando em fotografia simultaneamente com seus estudos no exterior. Tem bacharelado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza, onde trabalhou como fotógrafo no setor de marketing durante dois anos. Cursou cinema pela Casa Euselio Oliveira. Trabalha hoje com artes visuais fazendo uso da fotografia e do cinema como expressão contemporânea, utilizando diferentes suportes, desde esculturas cinéticas a grandes instalações.

    CURRÍCULO COMPLETO
  • Silvio Frota


    Natural de Fortaleza, Silvio Frota é um empresário de sucesso e também um homem de olhar sensível para a arte. Ainda nos anos 80 iniciou sua coleção, que conta com diversas obras, entre pinturas e esculturas. Sempre que pode, inclui em suas viagens uma programação cultural.

    E foi em uma dessas viagens, em 2008, que adquiriu sua primeira fotografia, a icônica “menina afegã”, de Steve McCurry, em um leilão. Iniciava ali uma das mais importantes coleção de fotografia do Brasil, com registros que vão desde a fotografia documental a artística contemporânea, explorando várias vertentes e gêneros. Uma coletânea rica e diversa, que conta hoje com mais de duas mil imagens, mantida com muito cuidado, não apenas por Silvio, mas também pela esposa Paula e os filhos, Tomaz, Rodrigo e Vitor.

    Com a coleção, Silvio Frota apaixonou-se pela fotografia e passou a conviver mais no meio, a conhecer fotógrafos e galeristas, participar de eventos e a promover encontros informais para mostrar suas imagens a amigos. Em pouco tempo, sentiu falta de espaço para expor as fotos que ia adquirindo e que pudesse receber mais pessoas.

    Foi então que, entre procura por terreno, conversas com arquitetos, definição de projeto, conselhos de amigos, decidiu criar o Museu da Fotografia Fortaleza, inaugurado em março de 2017 com a missão de aproximar a fotografia dos mais diversos públicos. É lá que Silvio Frota compartilha seu acervo, promove encontros, palestras, debates, cursos, oficinas e, principalmente, torna a fotografia presente no cotidiano das pessoas.

    Além de diretor do Museu e de um grande colecionar de arte, Silvio é Conselheiro do Instituto Volpi e presidente do Instituto Paula e Silvio Frota.

    CURRÍCULO COMPLETO
  • Silas de Paula


    Fotógrafo capixaba, nasceu em 1950 e reside no Ceará. Foi co-fundador e diretor do IFoto – Ce, participou da organização e da curadoria de todas as mostras do DiVerCidade em Fortaleza; fez parte da comissão julgadora do Prêmio Conrado Wessel, em São Paulo; da seleção de projetos para o Edital da Secretaria de Cultura da Bahia, entre outras. T1. Faz parte do Conselho Artístico do Museu da Fotografia de Fortaleza – MFF. Doutor pela Universidade de Loughbourough, Inglaterra.

    CURRÍCULO COMPLETO
  • Tiago Santana


    Algo se desnuda nas fotografias de Tiago Santana: um olhar sobre gentes, um olhar humano, uma experiência dividida com o outro, sem receios. Acima da imagem, a vida. Exposta em suas fotografias, sua relação com o sujeito fotografado é a essência do próprio ato. “Para mim, só tem sentido porque minha fotografia é uma fotografia de gente. Eu não sou um fotografo de paisagem, a fotografia que me interessa é a de pessoas”, diz.

    Entre tantos nomes da fotografia brasileira, destaca-se hoje o nome desse cearense do Cariri, autor dos livros Benditos e Chão de Graciliano, entre outras obras. Importantes acervos nacionais e internacionais reconheceram seu talento e adquiriram fotografias de Tiago Santana.

    Indicado duas vezes como melhor fotógrafo documental brasileiro, Tiago se dedica à fotografia desde 1989, sempre com uma forte referência ao Nordeste brasileiro. Em 2010, completa 21 anos de profissão. Para comemorar, apresenta um novo ensaio, intitulado Incompletudes.

    Em 2006, venceu o Prêmio Conrado Wessel de Arte, Ciência e Cultura com o ensaio fotográfico Chão de Graciliano. Também fundou a editora Tempo d ?Imagem, especializada em livros de fotografia, na qual tem parceria com o fotógrafo Celso Oliveira. É um dos fundadores do Instituto de Fotografia do Ceará (Ifoto), que tem por objetivo estimular a produção fotográfica e seu amadurecimento nas áreas artísticas, cultural, de meio ambiente e de turismo. Além de relevante produção criativa e institucional, Tiago Santana compõe mesas curadoras de importantes festivais, contribui para publicação de livros fotográficos, com circulação nacional, e para o desenvolvimento da pesquisa em fotografia. Por tudo isso, demarca seu espaço na fotografia nacional, da qual é um de seus expoentes.

    © Fernanda Oliveira/Texto
    © José Wagner/Local Foto

    CURRÍCULO COMPLETO

Instagram

@museudafotografiafortaleza
Something is wrong.
Instagram token error.